Nossa História

Joalharia Casa Castro.

22 de janeiro de 1922: Antonio Teixeira de Castro, 30 anos, nascido em Portugal e brasileiro de coração, inaugura sua primeira loja à rua XV de Novembro.

22 de janeiro de 2012: temos o privilégio de festejar os noventa anos da Joalharia Casa Castro num clima de continuidade, classe e harmonia.

Profundo conhecedor de arte e pedras preciosas, pesquisador incansável e apaixonado por antiguidades, perfeccionista e extremamente exigente em relação à qualidade de todas as peças que oferecia aos seus clientes, assim era Antonio Teixeira de Castro.

Dinâmico, empreendedor, viajava muito, principalmente à Europa, sempre com sua esposa e maior incentivadora, Julieta Salla de Castro, em busca de objetos originais e raros para seus compradores que esperavam com ansiedade e vibravam com seu bom gosto e talento.

Todo esse clima emocional tinha uma fundamental razão de ser: Antonio amava o que fazia, sua profissão era para ele como um hobby e a ela ele se dedicava inteiramente, saboreando cada nova criação ou aquisição com um prazer indescritível.

Diamantes, rubis, safiras, esmeraldas, muita criatividade, uma equipe impecável de ourives, artesãos e joalheiros escolhidos a dedo e principalmente um indiscutível magnetismo pessoal fizeram com que famílias inteiras se tornassem clientes fiéis de Antonio Teixeira de Castro.

Hoje, noventa anos depois, a Joalharia Casa Castro, continua seguindo à risca as diretrizes de seu fundador: controle severo de qualidade de suas pedras preciosas e joias em geral, escolha criteriosa de cada peça de seu acervo, manutenção de uma equipe de colaboradores altamente experiente, alguns há mais de quarenta anos na empresa.

De fato, os descendentes de Antonio Teixeira de Castro, filhos, netos e bisnetos, herdaram suas paixões e sua escala de valores, sendo todos extremamente exigentes quanto aos itens qualidade, atendimento e requinte.

O resultado deste trabalho conjunto mantém vivo o espírito de uma casa que prima por tradição, qualidade e atendimento personalizado. Seu neto, Antonio Carlos de Castro Tinoco Cabral, ainda jovem, tomou as rédeas da joalharia logo que seu avô faleceu e segue a frente da joalheria, inspecionando toda produção e atendimento
pessoalmente.

“Aqui, atendemos famílias inteiras que são nossos clientes desde o tempo de meu avô. Executamos encomendas de joias segundo a preferência de cada um e temos também o nosso design, onde levamos em conta o fato de, hoje em dia, a joia ser como uma extensão da pele, prática e muito pessoal.

Então cada peça é resultado de um trabalho de pesquisa longo, baseado nas últimas tendências internacionais da joalharia, adaptadas aos costumes de nosso país.

Temos também peças únicas, que são em geral grandes encomendas, que criamos, montamos e entregamos junto com o desenho aos clientes, garantindo assim a exclusividade da joia.”

A partir de 2005, Vivi Tinoco Cabral de Souza Aranha e Kika Tinoco Cabral Jacinto, ao lado de seu pai, desenvolvem a linha Monogramas.

Nessa linha totalmente personalizada, resgatam a proposta criada por seu bisavô na década de 20 quando eram confeccionadas caixas em Prata de Lei com monogramas aplicados, reunindo as iniciais das famílias que acabavam de se unir.

Hoje as peças são feitas em ouro e diamantes e a fonte utilizada nos desenhos dos monogramas é a mesma utilizada no passado, combinando tradição à contemporaneidade.

Na qualidade e detalhes da montagem evidenciam-se as nove décadas de experiência e sabedorias dos melhores artesãos.

Depoimentos

  • “Estou encantada com o colar de Monogramas que a @joalheriacasacastro fez pra mim, nunca vi mais lindo e delicado!”

    Carol Celico

     

    Carol Celico
  • “Oi, Kika!
    Já estou com meu monograma em mãos.
    Ficou bárbaro, muito bem feito!
    O capricho e o esmero do ourives da Casa Castro realmente são diferenciados.
    Parabéns pela competência e excelência na realização dos produtos.
    Apenas estou achando a corrente um pouco curta para mim, não sei se estou acostumada.
    Vou colocá-la a noite numa festa e ver o resultado.
    Muito obrigada pela atenção!
    Bjs, Alessandra.”